Campeonato Nacional de Enduro tem primeira prova em Góis

Marcando o início de uma nova época desportiva, será o enduro a primeira disciplina a ligar os seus motores em 2023. A primeira prova será a 18ª edição de uma jornada pontuável para o Campeonato Nacional de Enduro sob a batuta do Góis Moto Clube e terá o Secretariado da prova na sede do clube beirão.

Para esta edição a partida dos dois primeiros concorrentes estará marcada para as 09h00 da manhã do próximo Domingo (dia 29 de Janeiro) e desta forma iniciarão um percurso de 47 quilómetros que comporta as três especiais. Um percurso exigente, escorregadio e com divertidos ‘single track’s’, mas a dificuldade está adequada a cada classe e muito acessível à categoria Hobby.

O primeiro controlo horário (CH), em Celavisa, antecede a especial Enduro Test. Será uma especial com 4,3 quilómetros desenhada em piso de relva e com alguns relevos. Os 4,5 quilómetros da Cross Test estão desenhados no crossódromo de Carvalhinha.

O segundo controlo horário está localizado no parque do Baião (junto ao Parque Fechado) e de seguida os concorrentes enfrentarão a especial Extreme com 1200 metros.

O percurso será percorrido por 3 vezes e meia pelos pilotos da ELITE e OPEN, 3 vezes pelos Verdes, Veteranos e Senhoras e 2 vezes pelas restantes classes.

About author

Artigos relacionados

Notícias

Gentleman Racing: BMW HP2 Sport

Até 2010, a BMW apostou em motores boxer refrigerados por ar para equipar os modelos mais desportivos e exclusivos do catálogo, agrupados na divisão HP (High Performance).

Notícias

Mundial Enduro Espanha: fim de semana sem sabor

Foi com natural expectativa e ambição que Diogo Ventura deixou este domingo de manhã o Parque-Fechado na cidade da província de Murcia para enfrentar o segundo dia de competição.

Notícias

Panigale V2 Bayliss 1st Championship 20th Anniversary já está a ser produzida

A produção da Panigale V2 Bayliss 1st Championship 20th Anniversary, a moto de série numerada que a Ducati construiu para prestar homenagem à lendária carreira de Troy Bayliss, vinte anos após ter conquistado o Campeonato de Mundo de Superbike de 2001, começou na fábrica de Borgo Panigale.