Depois da Cuna de Campeones é tempo de CNV para o Team Dias

O Team Dias irá continuar a ter o Circuito do Estoril como pano de fundo, depois de concluir a jornada inaugural da Cuna de Campeones – que teve passagem marcada por Portugal – para entrar uma vez mais em pista no mesmo traçado, desta feita, para disputar o início do Campeonato Nacional de Velocidade de 2021.

Gonçalo Capote, participante na Copa, iniciou as sessões de treinos livres da melhor forma, ao averbar a 5ª e 2ª posições, deixando em perspectiva boas sessões de qualificação. A boa forma, no entanto, viria a ser comprometida com problemas técnicos após forte queda, ditando a perda de posições na tabela de tempos das mesmas, deixando o #76 fora do lote dos dez melhores.

Toda a equipa trabalhou para solucionar os problemas que a caixa de velocidades da MIR Moto5 com as cores do Team Dias revelava, infelizmente, sem sucesso. Gonçalo viria a ficar fora de prova ainda antes do final da primeira corrida, depois de rodar nos oito melhores lufares, e após sucessivos arranques, fruto dos problemas sentidos no semáforo de partida do Circuito do Estoril.

A segunda corrida voltaria a ser uma prova de esforço para todos, nomeadamente para Capote, que rodou da melhor forma possível, para terminar a corrida na 17ª posição. Um resultado que está longe de espelhar todo o trabalho e empenho da equipa lisboeta, no seu assalto à fórmula de competição espanhola, “fabricante” de pilotos campeões do mundo, como Joan Mir.

Para Gonçalo Capote esta foi: “uma grande experiência, pautada por constantes evoluções, quer na box como em pista. Toda a equipa está de parabéns pois realizou um trabalho tremendo e o resultado disso foi a nossa performance nas sessões de treinos iniciais, onde estivemos muito rápidos. Infelizmente sofri uma queda forte que causou danos fortes na moto, felizmente, sem consequências para mim.”

Foi sem dúvida um fim-de-semana trabalhoso para o Team Dias, que tentou tudo para colocar a moto #76 nas melhores condições possíveis, numa janela tão curta de tempo. Para Capote, foi: “espectacular participar nesta Copa, ainda para mais com início em “casa”. Não foi perfeito, mas retirámos uma grande aprendizagem de tudo para as próximas provas, principalmente para primeira do CNV Moto, também aqui no Estoril.”

A equipa liderada por Tiago Dias volta assim a entrar em pista uma semana depois do FIM CEV ter marcado presença no Estoril, para disputar a primeira prova do campeonato nacional, agora com a sua formação completa, que marcará a estreia de Bárbara Magro em corrida, na sua nova estrutura.

Artigos relacionados

HJ tem novo Booster de lítio para dar carga à sua moto

O Power Boost de Lítio da HJ foi desenhado para dar ignição à sua moto caso surja algum imprevisto.

Triumph e Bajaj formalizam aliança global

A Triumph Motorcycles e a Bajaj Auto India formalizaram hoje a sua associação a longo prazo, sem partilha de estruturas accionistas, em Pune, India.

Ducati vai a Pikes Peak com o protótipo Streetfighter V4

A Ducati está a preparar-se para a Broadmoor Pikes Peak International Hill Climb; nesta edição, que terá início a 30 de junho, Carlin Dunne irá enfrentar a mais famosa prova de Hill Climb do Mundo com o protótipo da Streetfighter V4.