Miguel Oliveira corre pela Tech3 na temporada de 2019 de Moto GP

Miguel Oliveira vai representar a equipa Tech3 aos comandos de uma KTM na próxima temporada de Moto GP. O piloto português chega assim à categoria rainha das motos, depois do sucesso conseguido na Red Bull Rookies Cup, em seguida na Moto3, e agora atualmente a lutar pelo melhor posto na classe de Moto2.

Miguel Oliveira refere, “A temporada ainda vai no início, mas estou muito feliz pelo facto de a KTM já ter conseguido ver o suficiente deste ano e do último, para confiar em mim e acreditar que mereço esta oportunidade no Moto GP. Estou muito grato por isso mesmo. Sempre sonhei com o Moto GP, foi sempre um objetivo e ser capaz de conseguir isto é algo muito positivo. Ainda temos uma longa temporada de Moto2 pela frente e ter já consumado este contrato permite-me relaxar e concentrar-me na minha pilotagem. Já passei por todos os passos que a Red Bull e a KTM deram juntos desde a Rookies Cup. E sou o primeiro a fazê-lo. Acho que isto mostra que outros pilotos podem confiar na KTM e no seu projeto. Penso que tenho as capacidades e a vontade para ter uma boa performance numa moto de MotoGP”.

Em declarações a algumas televisões nacionais, Miguel Oliveira fez questão de frisar, que vai correr com material rigorosamente igual aos dos pilotos de fábrica, o que se revela um ponto importante para conseguir bons resultados nas várias corridas ao longo da época.

Miguel Oliveira, de 23 anos, juntou-se à Red Bull KTM Ajo Moto3 em 2015 e conquistou seis vitórias e nove pódios. Imediatamente subiu para a Moto2 e em 2017, mais uma vez, conquistou nove troféus com três vitórias. Em 2018 conta já com dois pódios na sua KTM na categoria intermédia. O piloto de Almada, o primeiro português a participar na categoria máxima do motociclismo mundial, confirmou o seu contrato de MotoGP após o primeiro dia do Grande Prémio Red Bull de Espanha em Jerez.

Miguel Oliveira

Artigos relacionados

Assim é a Ducati do 55º aniversário da Alpinestars

Em 2018, o Alpine Stars cumpre 55 anos e não podia celebrar de outra forma a não ser criar uma moto única que reflete a paixão da marca pela inovação, pelo design e pelo motociclismo.

Oliveira é décimo segundo no Japão e leva mais quatro pontos para casa

Miguel Oliveira fica em décimo segundo lugar no Japão, numa prova ganha pelo já campeão Marc Marquez.

Ducati 916 de Massimo Tamburini chega ao Museu da marca italiana

Como parte integrante das celebrações do 25º aniversário do início de produção da Ducati 916, o Museu Ducati conta agora com uma nova e incrível peça da sua história: a 916 de Massimo Tamburini. Uma verdadeira obra prima “propriedade” do lendário designer.