Miguel Oliveira resignado com o resultado em Portimão

Miguel Oliveira deixou transparecer a frustração com o 16.º lugar alcançado na corrida de Portimão e falou sobre o que se passou para cair quando ia nos pontos e assim perder por completo o “comboio” da prova.

“Este foi um GP com um resultado aquém do esperado. A queda foi difícil de explicar, mas teve a ver com o facto do pneu dianteiro ter aquecido demasiado. Com muitas motos à frente foi complicado encontrar um espaço para refrigerar o pneu. É triste acabar assim, mas tenho uma grande equipa à minha volta que me vai ajudar a sair desta situação, para que nos voltemos a reerguer. com muita força. Deixo o meu obrigado a todos, e agora é olhar em frente e trabalhar.”

Artigos relacionados

Como enfrentar o Rally mais duro do mundo – a visão da vitória da Honda no Dakar contada pela equipa

“Vencer é o resultado do equilíbrio de três elementos: moto, equipa e piloto. É necessário que estes três fatores estejam assegurados ao mesmo tempo para conseguirmos atingir os nossos objetivos”, explica Taichi Honda, Diretor de Operações da Equipa Offroad da Honda Racing Corporation.

Marc Serruya finaliza a sua relação laboral com a Honda

Após 30 anos ligado à empresa, Marc Serruya, Presidente da Honda Espanha e da Honda Portugal, finaliza a sua relação laboral com a Honda.

Harley-Davidson apresenta equipa de competição para a nova temporada de provas Flat-Track 2018

A equipa de competição Harley-Davidson Factory Flat Track Racing Team apresentou, em Nashville, o seu trio de pilotos para a nova temporada de provas Flat-Track 2018.