Moto Guzzi World Days de 2022 celebra o centenário da marca, mas com 101 anos!

Moto Guzzi World Days de 2022 celebra o centenário da marca, mas com 101 anos!

Se a célebre marca de Mandello del Lario, junto ao Lago di Como, foi fundado em 1921, então a efeméride ocorreu em 2021 e não em 2022 ou estarei a fazer mal as contas? Posso não ter sido um aluno brilhante a matemática, mas o básico, tabuada incluída e contas não muito complexas, uma pessoa nunca mais esquece!

 

Mais a sério, efetivamente a marca foi fundada em 1921, mais precisamente a 15 de março de 1921, com o registo da empresa” “Società Anonima Moto Guzzi”, em Corso Aurelio Saffi, Génova, para “a produção e venda de motociclos, e todas as demais atividades pertinentes ou relacionadas com a indústria de metalurgia e engenharia mecânica”. Os sócios da Companhia eram o armador genovês Emanuele Vittorio Parodi, o filho Giorgio e o seu amigo Carlo Guzzi, que tinha sido colega de Giorgio no Corpo Aéreo de Itália.

Aliás, muito em breve nas nossas crónicas semanais de motos que marcaram as décadas de 70, 80 e 90, irei apresentar a marca e logo com um modelo icónico. Já a festa celebrou-se apenas este ano porque a situação pandémica, como em tantas outras coisas, mudou por completo a realidade e levou a imensos adiamentos, sendo que, como certamente se recordam, a Covid 19 foi particularmente letal em Itália!

 

Como foi a festa?

A casamentos, festas e batizados… só vão os convidados! Ou seja, não estivemos lá, mas a avaliar pela informação disponibilizada pela marca no respetivo site a festa foi de arromba e não era para menos! Os dias 8 a 11 de setembro de 2022 vão ficar mesmo na história da marca!

Durante estes 100 (+1) anos esta marca teve momentos marcantes na história de Itália, da competição, passou por processos de falência, trouxe inovações incríveis… ou seja continua a deixar a sua marca e os Guzzistas em Portugal e no mundo têm muito orgulho nela e não é para menos!

Ao que consta, a dificuldade durante os 4 dias foi mesmo escolher: entre desfiles, passeios, test-rides, compras, visitas guiadas, sessões fotográficas e tudo o mais relacionado com a marca terá sido algo de muito especial.

Um dos momentos altos, virado para o futuro, terá sido certamente a apresentação do modelo que aponta o porvir da centenária marca. Refiro-me obviamente à Moto Guzzi V100 Mandello. Esta moto tem a grande responsabilidade de guiar a marca na direção certa e tudo aponta para que atributos não lhe faltem!

Como a própria marca refere: “É a primeira moto do mundo a incorporar aerodinâmica ativa e também a primeira Moto Guzzi equipada com suspensões semi-ativas, plataforma de inércia, cornering ABS e Quick Shift. Uma moto única que honra um século de tradição a olhar para o futuro.”

Mas há mais, muito mais! Basta pensar que a V100 Mandello é a primeira Moto Guzzi a ter o novo bloco de motor, um bicilíndrico em V a 90°, mas refrigerado a líquido (sim, leram bem). Tem 1042 cc, dupla árvore de cames e quatro válvulas por cilindro. O resultado parece ser eloquente: 115 cavalos e 105 Nm de binário!

Na redação não fomos à festa, mas uma coisa podem ter a certeza, pretendemos que a marca continue a singrar como até aqui. Também estamos desejosos de conduzir a novíssima V100 Mandello! Pode ser mesmo nas margens do Lago di Como que tem curvas e paisagens de cortar a respiração!

Prometemos que, assim que acontecer, lhe iremos contar tudo!

 

Texto: Pedro Pereira

Fotos: Moto Guzzi

 

About author

Artigos relacionados

Notícias

Made in Taiwan: MV Agusta Ballistic Trident

O que tens diante dos teus olhos, apesar de te custar imaginar, é toda uma senhora MV Agusta Brutale 800 RR que passou uma época no atelier de Winston Yeh.

Notícias

Nacional de Motocross: casa cheia no regresso à catedral

Quatro anos depois, o Crossódromo Internacional de Águeda voltou a ser palco de uma etapa do Campeonato Nacional de Motocross.

Notícias

Triumph mostra novas Rocket 3R e Rocket 3GT

A Triumph decidiu lançar as novas Rocket 3R e Rocket 3GT que herdam a génese da lenda feita moto.