Yamaha lança nova WR250F de enduro

Para a temporada de 2020, a Yamaha irá lançar uma moto de enduro WR250F mais rápida, mais forte e mais leve, desenvolvida a partir da vencedora máquina de motocross YZ250F.

Com um novo motor de cabeça invertida de elevada performance, o mais recente quadro em alumínio com barras bilaterais e suspensão dianteira e traseira topo de gama, bem como uma carenagem redesenhada mais estreita, a WR250F de nova geração é a moto de enduro a 4 tempos de 250 cc mais avançada alguma vez construída pela Yamaha.

Ao longo dos 20 anos de história, esta moto de enduro “puro-sangue” estabeleceu a reputação de ser uma das motos de competição mais robustas e competitivas a todos os níveis, tendo somado numerosas vitórias nacionais e internacionais. Para além de ser uma candidata ao pódio na ultracompetitiva classe E1, a WR250F também se tornou popular entre os pilotos de trilhos, que apreciam a facilidade de utilização da moto, a performance robusta e a fiabilidade e durabilidade extraordinárias.

A YZ250F é uma das motos de motocross mais competitivas em todos os níveis. Prova disso mesmo são as suas fortes presenças no pódio pelas mãos dos pilotos Jago Geerts e Ben Watson da Monster Energy Kemea Yamaha no Campeonato do Mundo MX2 da FIM em 2019, para além da vitória de Dylan Ferraris no Campeonato de Supercross 250 da AMA em 2019 nos EUA.

O motor da WR250F de 2020 é inspirado no mais recente design da YZ250F e inclui uma vasta gama de tecnologias que aumentam a performance, proporcionando uma potência mais forte e linear em toda a ampla gama de funcionamento.

O novo pistão de alumínio forjado atinge uma taxa de compressão mais elevada de 13,8:1 e, em conjunto com a abertura de cames de escape otimizada, novas sedes das válvulas e ducto de admissão, estas alterações aumentam os níveis de binário do motor nas rotações baixas a médias para tornar esta moto na derradeira arma de enduro E1.

O injetor de 10 orifícios do modelo anterior foi substituído por um novo injetor de 12 orifícios, bem como por um novo corpo de acelerador Mikuni de 44 mm e por uma via de admissão de ar renovada para proporcionar uma excelente potência. Para igualar estas alterações e melhorar a sensação de potência, a WR250F de 2020 está equipada com um novo contrapeso da cambota.

Em comparação com o motor anterior, o design da WR250F de 2020 fornece mais potência em toda a gama de rotações, em conjunto com uma melhor performance a rotações superiores, tornando-a na moto de enduro a 4 tempos de 250 cc da Yamaha mais competitiva de sempre.

O visual da família WRF é reforçado pela utilização de uma carenagem do farol nova e elegante que assenta numa posição mais baixa nas forquilhas e está posicionada mais perto do piloto. Isto não só contribui para a centralização da massa, como também cria uma sensação de maior leveza e agilidade do ponto de vista do piloto.

Para proporcionar elevados níveis de proteção, a WR250F está equipada com uma nova placa de proteção inferior fabricada em resina plástica leve. Para além de ajudar a proteger o quadro, a bomba de água, as tubagens e o motor, evita também a entrada de sujidade e lama que podem aumentar o peso. A base plana ajuda a garantir um deslize suave sobre pedras e árvores caídas.

Um novo sensor leve da roda dianteira envia dados para um manómetro de velocidade de alta precisão e, graças à eliminação do anel e do cabo de acionamento do velocímetro presentes no modelo anterior, o novo sistema permite uma remoção e instalação mais rápida da roda dianteira. O manómetro compacto também inclui indicadores do nível de combustível e de controlo do motor.

Artigos relacionados

Revista Motos de novembro chega hoje às bancas

Já podem encontrar nas bancas a revista Motos de Novembro, uma edição em que mais uma vez testamos motos de inúmeras marcas e diversos segmentos de mercado.

Triumph aposta em novo raid Coast2Coast

Chama-se “Coast2Coast” e é o novo raid promovido pela Triumph que promete muita aventura.

EICMA de Milão é adiado para 2021

Não teremos EICMA em 2020. A organização do Salão de Milão anunciou o adiamento da 78ª edição do evento para novembro de 2021.